Inibidores de apetite proibidos – saiba quais são

Está valendo, desde o dia 9, a proibição de três inibidores de apetite derivados de anfetaminas (anfepramona, femproporex e mazindol). A determinação havia sido feita em outubro pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Medicamentos à base de sibutramina foram liberados na ocasião. No entanto, ele passa a ser prescrito mediante apresentação de um termo de esclarecimento assinado pelo paciente.

A agência alega que os riscos à saúde causados por esses remédios superam os benefícios. Entre os efeitos negativos causados pelos remédios derivados da anfetamina estão problemas cardiovasculares e no sistema nervoso central.

Desde março do ano passado a sibutramina está tendo maior rigor na prescrição e venda no Brasil – nos Estados Unidos e na Europa, ela é proibida. A substância aumenta a saciedade e é uma das principais usadas no combate a obesidade. Com as novas regras, os médicos terão a responsabilidade de reportar qualquer tipo de efeito colateral decorrente do uso deste remédio à Anvisa. Além disso, há diminuição de 60 para 30 dias as receitas dos medicamentos.

A resolução não alterou a indicação da droga apenas para pacientes com IMC (índice de massa corporal), igual ou acima de 30, que não tenha registro de doenças cardiovasculares.

Deixe seu comentário